Compartilhar isto

Assine a Rock News!

Conteúdos sobre autoconhecimento! :)

Como manter a inteligência emocional sob pressão

Inteligência emocional sob pressão
Helena Sachs
Compartilhar isto

O conteúdo começa após a sugestão abaixo

Qual é a cor do seu perfil?

Descubra quais são seus pontos fortes e em quais habilidades você precisa investir. Faça o Teste das Cores e comece agora a transformar sua vida.

Habilidade mais exigida das lideranças hoje em dia, a inteligência emocional sustenta-se sobre quatro pilares: espiritual, social, físico e mental. Descuidar de qualquer um deles nos momentos de pressão pode afetar diretamente a capacidade de superar os obstáculos.

No artigo a seguir, falamos sobre como a vida moderna gera ansiedade e estresse, que estão sempre colocando nossa inteligência emocional à prova. Nessas situações, tendemos a colocar todas as nossas energias em um só lugar — o trabalho –, mas nem sempre alcançamos os resultados esperados. Por que isso acontece?

Vamos trazer ainda 10 dicas importantes para ajudá-lo a tomar decisões racionais e manter a inteligência emocional em momentos de intensa pressão.

O caos da modernidade e o desequilíbrio das emoções

Viver na era moderna é viver sob pressão. Diariamente, somos bombardeados por informações de todos os lados, sempre preocupados com a competitividade no trabalho, a transformação em nossas carreiras e, agora mais do que nunca, as incertezas provocadas pela pandemia do coronavírus.

Uma sensação bastante comum tem sido a de que as 24 horas do dia não são suficientes para lidar com tantos acontecimentos novos, mudanças abruptas e demandas no trabalho.

A situação só piora quando o chefe ou o cliente aparecem de última hora com aquela lista de tarefas que precisam ser entregues nas próximas horas. Nesses casos, não é raro que a gente priorize o trabalho em detrimento de outros aspectos da nossa vida, como a boa alimentação, as atividades físicas e o equilíbrio espiritual.

O problema é que esse desequilíbrio provavelmente vai levar a perda de produtividade e tomadas de decisões erradas. Quando não estamos bem, aumentam as chances de tomarmos decisões rápidas e impulsivas sob pressão.

Os 4 pilares da Inteligência Emocional

Dominar a inteligência emocional sob pressão é o primeiro e mais importante passo para obter sucesso na vida profissional ou pessoal. É apenas através do controle de suas emoções que é possível atuar com foco, concentração e agilidade diante de situações de pressão extrema.

A Rock Ensina trabalha essa habilidade em seus cursos e mentorias e acredita que para alcançá-la é preciso trabalhar simultaneamente 4 pilares:

  • Espiritual. Seja você uma pessoa religiosa ou não, é necessário estar bem com você mesmo e com os valores que escolheu viver e compartilhar
  • Social. Cultive relacionamentos e vínculos afetivos sólidos. A felicidade está muitas vezes atrelada a essas relações. Ambientes tóxicos e negativos afetam diretamente sua inteligência emocional
  • Físico. Alimentação, prática de atividades físicas e principalmente o sono de qualidade são essenciais para garantir que você esteja bem para agir com assertividade em situações de pressão
  • Mental. Práticas como meditação, ioga, pilates e exercícios de respiração permitem criar momentos de desconexão e desaceleração da vida, necessários para a manutenção de uma mente saudável

Em resumo, para conquistarmos inteligência emocional, os relacionamentos que temos devem ser construtivos, os locais em que trabalhamos precisam ser cobertos de paz, a casa em que moramos deve se caracterizar por um ambiente de conforto e recuperação de energias.

De nada adianta ter um ótimo relacionamento com os pais ou filhos em casa, se no trabalho você é submetido a situações constantes de assédio moral, por exemplo.

Quando um dos pilares está em desequilíbrio, perdemos a nossa positividade, concentração e foco, e isso causa um turbilhão de emoções que nos fazem agir com impulso e de forma desesperadora. O melhor a se fazer é prezar pelos quatros pilares e compreender que as emoções fazem parte da nossa natureza e sempre vão estar presentes em diferentes intensidades e formas.

A importância da inteligência emocional na prática

Imagine a seguinte cena: um funcionário de uma empresa de investimentos é extremamente capacitado, possui mais de 3 diplomas, pós-graduação e experiências profissionais anteriores de tirar o chapéu.

Porém, quando é colocado para realizar uma transação importante na Bolsa de Valores, acaba sucumbindo com a pressão e tomando decisões impulsivas ocasionando prejuízos na casa de milhões de reais para a empresa em que trabalha.

Isso nos mostra que só o conhecimento profissional, as chamadas hard skills (habilidades técnicas), não basta. Situações de trabalho exigem também soft skills (habilidades práticas) como a capacidade de demonstrar inteligência emocional em situação de pressão extrema, que na maioria das vezes não são ensinadas na faculdade ou em livros teóricos.

Para prosperar na carreira nos dias de hoje é necessário, acima de tudo, lidar bem com a pressão e as incertezas. Só assim é possível tomar decisões racionais de maneira assertiva em momentos de caos e com pouquíssimo tempo de ação.

10 dicas para você tomar decisões racionais sob pressão

  1. Mapeie os seus sentimentos. É necessário reconhecê-los para conseguirmos controlá-los. Observe o seu sentimento (se é de tristeza, raiva, angústia, felicidade etc) e como você se comporta diante dele.
  2. Foque em uma coisa por vez. Nosso cérebro é monotarefa, ele processa poucas coisas por vez e sequencialmente. Fazendo isso você não vai correr o risco de desgastá-lo e, com isso, a chance de você decidir por impulso vai ser menor.
  3. Evite ficar muito tempo conectado. O excesso de informações e a falsa ilusão de instantaneidade também contribuem para que você acabe decidindo de forma emocional e não racional.
  4. Seja profissional. Tente encarar as coisas sem se envolver emocionalmente, ainda que o momento envolva pessoas próximas. Distanciar-se é a melhor forma de evitar a intensa emoção.
  5. Tenha na sua rotina hábitos e costumes que você goste. Para manter um equilíbrio é necessário ter tempo para os seus hobbies.
  6. Foque no equilíbrio. Invista tempo nos 4 pilares: espiritual, social, físico e mental.
  7. Faça anotações. Coloque para fora qual é o motivo aparente de sua ansiedade, angústia e melancolia.
  8. Seja antifrágil. Aproveite os momentos de intensa pressão e dificuldade para aprender coisas novas e crescer diante de novos desafios.
  9. Faça atividades contemplativas. Ioga, meditação, pilates e a prática de mindfulness ajudam a descomprimir.
  10. Não aja imediatamente. Respire por alguns segundos, pense nas consequências da decisão que você quer tomar antes de concretizá-la.

Qual é a cor do seu perfil?

Descubra quais são seus pontos fortes e em quais habilidades você precisa investir. Faça o Teste das Cores e comece agora a transformar sua vida.