Mindfulness: como ter uma mente presente e com isso turbinar sua performance?

Helena de Mello Sachs por Helena Sachs
Compartilhar isto

O tema deste post foi direcionado pelo conteúdo do podcast “Café com ADM”, de Leandro Vieira, tendo como entrevistado o empresário, entusiasta e ávido pesquisador de temas de equilíbrio emocional e meditação, Fernando Gabas.

O que é mindfulness?

Basicamente, mindfulness, ou atenção plena, é a prática de se estar no momento presente da maneira mais consciente possível. Isso significa estar atento a cada movimento, situação, respiração. Em outras palavras, significa “estado mental alcançado quando se foca a consciência no momento presente, enquanto calmamente se reconhece e aceita seus sentimentos, pensamentos e sensações corporais”.

Como desenvolver a tranquilidade e paz de espírito em momentos de adversidade

A pandemia decorrente da Covid-19, trouxe um turbilhão de instabilidades e preocupações, tanto no âmbito da saúde pública, como no âmbito da economia e dos negócios. Diante disso, as adversidades que já existiam, se tornaram ainda mais intensas e as pessoas se viram diante de graves problemas psicológicos, como ansiedade e depressão.

Nas palavras de Fernando Gabas, as adversidades sempre ocorreram no mundo em que vivemos, em maiores e menores intensidades, por isso, é necessário entender como driblar o nosso cérebro e desenvolver a tranquilidade, paz de espírito e calma, separando o que é de fato a realidade e o que são os nossos sentimentos e percepções, compreendendo o que acontece dentro de nós, no viés psicológico, para que haja a construção de uma mente saudável.

Não é o forte da cultura Ocidental a prática de atividades contemplativas (que estão presentes na trilha amarela da Rock Ensina), porém ela vem sendo mais reconhecida a cada dia, já que temos grandes exemplos do Oriente de quão benéfico para a saúde mental é a meditação e o mindfulness. Nós aprendemos muito sobre o que está fora do nosso alcance, entretanto somos pouco ensinados acerca da importância do autoconhecimento e do autocontrole que são pilares para se ter uma vida extraordinária.

Desde os primórdios da humanidade temos a tendência de comparar fatos negativos com um sinal de alerta, ligado ao perigo e a necessidade de extrema cautela. Isso explica o porquê da nossa reação pessimista, do caos que criamos dentro de nós mesmos e da projeção dos piores fatores com relação ao futuro, quando estamos diante de situações adversas.

Esse comportamento faz com que as lições positivas que podem ser tiradas daquele momento se tornem irrelevantes e imperceptíveis, fazendo com que oportunidades sejam perdidas e os aprendizados também. Alguns estudos mostram que o cérebro humano é aproximadamente sete mil vezes mais atento a fatos negativos do que a fatos positivos, o que explica muito bem tal situação.

Todavia, podemos mudar esse flow mental, separando as nossas interpretações, o que acontece dentro de nós, a vida psicológica, com a vida externa e da realidade dos fatos. Quando estamos presentes aos acontecimentos, sem permitir que um turbilhão de pensamentos nos domine, conseguimos focar na solução do problema, com tranquilidade, calma, sabedoria e, dessa forma, enxergamos uma saída para todas as surpresas que a vida nos impõe.

Quando estamos encarando de frente o caos, as adversidades, pensamos que é o fim do mundo, que nada poderia ser pior, mas quando a poeira abaixa e a emoção vai embora, dando palco para racionalidade, vimos que as soluções e alternativas decorrentes do que saiu do nosso controle, na maioria das vezes são melhores do que as do momento que estávamos vivendo antes do caos, pois trazem ensinamentos, lições e crescimento.

Nem o passado, nem o futuro, o aqui e agora.

Com a tendência de projetar os fatos dolorosos e caóticos para o futuro ou ainda remoer problemas e sofrimentos do passado, ficamos presos a fatos que não são reais e que apenas existem nos nossos pensamentos. Por isso, quando nos vermos diante dessa situação, deve ser lembrado que não da para agir no futuro ou no passado, é preciso focar no momento atual, no presente, nos acontecimentos reais.

Ficar remoendo e se preocupando muito só causa uma tortura para nós mesmo, não sendo eficiente em nenhuma circunstância e gerando um imensurável cansaço mental. Pode-se afirmar, então, que tudo tem origem no processo de pensamento, nós controlamos se queremos viver uma vida de autossabotagem psicológica, baseada em fatos irreais, ou no presente, estando sempre conectado, com equilíbrio interior, alegria e calmaria.

Fato comprobatório disso tudo é que a emoção tem duração de seis a sete segundos, no máximo, a partir desse momento o nosso cérebro passa a se retroalimentar com pensamentos, sem a nossa consciência, de extensões daquele fato baseado na emoção. Com o passar do tempo, diante disso, as pessoas passam a viver uma vida psicológica, de total desnorteamento.

Não é à toa que os momentos mais marcantes e felizes das nossas vidas possuem relação com conexão, quando há um encontro certeiro com o presente, sem divagações do passado e futuro e excessos de preocupação, quando nos alimentamos da sensação de fluir com a vida. Geralmente essas memórias mais agradáveis são consequência de conexões com pessoas que amamos ou com a contemplação da natureza.

Como desenvolver uma mente presente?

De acordo com Fernando Gabas, o primeiro passo é mapear os nossos sentimentos, ou seja, captar que estamos nos sentindo estressados, com medo, tristes. Após essa percepção, devemos respirar fundo e lentamente, o que já é suficiente para criar um equilíbrio e uma coerência com nosso corpo e mente.

O segundo passo é se perguntar se o que você está sentindo é com relação a algo que está ocorrendo no momento presente ou se é apenas um gatilho dos próprios pensamentos, uma invenção de realidade. Caso esteja de fato ocorrendo algum problema, é de extrema importância entender que não adianta brigar com a realidade, não temos controle de nada, apenas das nossas atitudes, por isso, é necessário buscar a transformação de nossas dores, para vivermos de forma plena, já que os momentos de adversidade e incertezas vão sempre ser a maioria.

Quando não brigamos com a realidade em que estamos inseridos, nossa mente sai da obsessão com si mesmo, com pensamentos que antecipam fatos ou remetem dores do passado, e encontra então uma solução proativa de como dar a volta por cima, de como aprender e evoluir com aquilo, para ficar ainda mais preparado para a próxima crise, para o próximo momento de decepção.

Por isso, o fato de agir no presente está muito interligado a pessoas proativas, que buscam solução, que são criativas, que se reinventam a todo momento e nunca deixam de estar conectadas, pois valorizam os pequenos detalhes da vida. A única coisa que podemos mudar é o nosso futuro, por isso, as atitudes do presente são tão importantes para que haja essa construção.

Escolher o caminho da tristeza e do sofrimento só vai te puxar para baixo, te fazer perder oportunidades e conexões, já que você só se volta para si mesmo e para fatos negativos. Quando a virada de chave acontece, você passa a ficar acima de todos esses aspectos sendo que o nível máximo dessa evolução é chamado de autotranscendência, onde há transcendência dessa mente sofredora, limitada, e há uma transformação da percepção de como se enxerga a vida, pico, e isso faz com que seja consagrada a paz de espírito.

Quando encontramos a alegria de viver, a paz interior, conseguimos enxergar que temos o poder de escolha entre viver uma vida feliz, animado, empoderado, sem depender de fatos externos, tendo equilíbrio interior, com capacidade de tomar decisões, prosperar nos negócios, aumentar o seu nível de inteligência e superar a cada dia sua performance.

Ao contrário do que ocorre quando deixamos nos dominar por um flow mental negativo, o que ocasiona em uma vida limitada, difícil, baseada em sofrimento, reclamações, estresse, preocupação, momentos de altos e baixos, falta de autocontrole e vulnerabilidade a todo momento.

O caminho para o sucesso, portanto, é viajar para dentro, a solução nunca está fora. A melhor forma de ser feliz é mudando a lente de como você enxerga o mundo, puxar para si boas vibrações, momentos felizes, o amor, o momento presente moldado em suas melhores formas de otimismo e o foco na solução dos problemas e superação.

Cursos online e Mentorias individuais da Rock Ensina

Profissionais e empreendedores de alto desempenho dominam uma série de habilidades que não são ensinadas pelas instituições tradicionais. Nosso objetivo é ensiná-las a você por meio de um método prático, efetivo e conveniente.

Empresa? Desenvolva seus colaboradores com a gente

Nos formatos presencial e online, nossos treinamentos empresariais são diretos ao ponto e têm foco direcionado a resultados que fala a língua dos colaboradores de todas as gerações. Somos papo reto, somos rockers, somos transformação!

Deixe uma resposta

Seja um rocker bem informado!

Assine agora nossa newsletter e junte-se à comunidade mais rocker do Brasil!

Ao assinar eu concordo em receber informações da Rock Ensina e entendo que posso cancelar a inscrição a qualquer momento.