Disciplina e Motivação: qual o segredo para o sucesso?

por Helena Sachs
Compartilhar isto

Inspirado no podcast “Primocast 64 – Desenvolvendo a disciplina e a cultura do resultado”, apresentado por Thiago Nigro, tendo como convidado o ex-jogador, treinador de voleibol, economista e empresário, Bernardo Rezende (Bernardinho), vamos falar sobre como não perder a motivação e a disciplina para que as metas se concretizem. 

A necessidade é a mãe da motivação

A motivação é intrínseca, ou seja, vem de dentro para fora, cada pessoa concretiza-a de algum jeito, diferentemente do estímulo, que nasce de fora para dentro, e é um dos papéis da Rock Ensina com relação aos alunos, já que os inspiramos a desenvolver habilidades técnicas por meio do autoconhecimento e ensinamentos advindos de um universo gigantesco, como a arte, os livros, os games, a música.

O tema de hoje está interligado à trilha vermelha, já que traz a necessidade de partir de um propósito, captando claramente aonde se quer chegar, e com isso trilhar a jornada de busca pela realização dos objetivos almejados, com muita motivação e disciplina, tendo sempre como enfoque a ação (o feito é melhor do que o perfeito) e carregando como mantra o conceito de antifrágil para quando os momentos de adversidade e caos ascenderem.

Diferentemente da disciplina, a motivação é finita, ela precisa de reinvenções internas para continuar existindo, por isso afirma-se que ela surge pela necessidade ou então por uma paixão muito grande por aquilo que está em jogo. Para mantê-la com um máximo de constância, já que é impossível estar motivado o tempo todo, é necessário amar o processo, o qual se caracteriza pela luta diária de concretização das aspirações.

Lembrando que o professor e CEO da Rock Ensina, Roberto Sachs, frisa a todo momento que não se pode esquecer que a vida não é uma corrida de cem metros, mas sim uma maratona, por isso é necessário ter resiliência e disciplina para enfrentar o caminho, além de, por meio do autoconhecimento, traduzir e captar as nossas paixões para utilizá-las como combustível para percorrer a jornada que desencadeia em diversos capítulos.

O poder das Soft Skills nos dias de hoje

Atualmente há indubitável prevalência das Soft Skills no mercado de trabalho, que são habilidades pessoais, desenvolvidas aqui na escola de negócios Rock Ensina, que não são pautas de escolas ou faculdades, contudo são essenciais na era atual de anticarreira, já que não há possibilidade de sobreviver ao mercado apenas sendo bom no que faz, ou seja, possuindo habilidades técnicas, chamadas de Hard Skills.

Há três competências que são mais buscadas pelas empresas, quando falamos de contratação de pessoas e recursos humanos, que são: inteligência emocional, trabalho em equipe e comunicação assertiva. Por isso, como bem acentua Bernardinho, não há consistência apenas com Hard Skill, é necessário que o funcionário se destaque em seu Quociente Emocional (Q.E.) e não apenas e somente no Quociente de Inteligência (Q.I.).

A disciplina e resiliência são umas dessas habilidades pessoais que fazem a diferença no quesito de fazer a ponte entre os sonhos e suas realizações. A disciplina você pratica cumprindo fielmente as suas metas, ela tem relação com um propósito maior, lembrando que a única variável que se controla na vida é o esforço que se coloca nas coisas, o trabalho, a energia.

A grande diferença entre ter um propósito e ter disciplina é que o propósito não é concreto, ele sofre mudanças ao passar do tempo, já que somos movidos por mini propósitos, conforme as situações de vivência. A disciplina, contudo, tem relação com a prioridade de cada um do momento, com o presente propriamente dito, e ela pode ser muito bem treinada ao dizer não para o que você gosta de fazer e sim para o que você precisa fazer.

Com relação à resiliência, ela traduz o entendimento de que sempre vai haver perdas, sendo necessário portanto aprender rápido com os erros, assumindo desde cedo a responsabilidade pelos atos e, sem olhar para trás, partir para o próximo capítulo. De acordo com Bernardinho, só não erra quem não tenta fazer, só não perde quem não joga, o que importa realmente é a consistência.

É necessário, diante de tudo isso, parar de delegar culpa e se manter em constante aprendizado, já que sempre há algo para aprimorar, por isso, os questionamentos e indagações devem ser constantes. Para toda execução há erros, entretanto quanto mais rápida for a superação deles, tirando os devidos ensinamentos, maior a sabedoria para enfrentar a próxima experiência. No ensino técnico, mas ao mesmo tempo descomplicado, da Rock Ensina, traduzimos esse crescimento na linguagem dos games, como sinônimo de acumular “XPs” (“pontos de experiência”) para a próxima fase.

O sucesso é, portanto, consequência do denominado learning mode, que é aprender sempre e captar que tudo são experiências e, portanto, sinônimo de novos aprendizados. Além disso, para que se obtenha sucesso é necessário ter um equilíbrio de vida, que pode ser resumido nos quatros pilares da Rock Ensina (espiritual, social, mental e físico), já que isso funciona como sustentação clara para a consistência, que é a chave para o sucesso, este que é o resultado de muita disciplina e a resiliência.

Cursos online e Mentorias individuais da Rock Ensina

Profissionais e empreendedores de alto desempenho dominam uma série de habilidades que não são ensinadas pelas instituições tradicionais. Nosso objetivo é ensiná-las a você por meio de um método prático, efetivo e conveniente.

Empresa? Desenvolva seus colaboradores com a gente

Nos formatos presencial e online, nossos treinamentos empresariais são diretos ao ponto e têm foco direcionado a resultados que fala a língua dos colaboradores de todas as gerações. Somos papo reto, somos rockers, somos transformação!

Deixe uma resposta