Compartilhar isto

Assine a Rock News!

Conteúdos sobre autoconhecimento! :)

Por que investir em Marketing de Conteúdo hoje

Por que investir em Marketing de Conteúdo hoje
Diego Assis
Compartilhar isto

Se você tem uma empresa ou trabalha buscando trazer clientes e melhores resultados para ela precisa saber o que é e por que investir em Marketing de Conteúdo Digital.

Foi-se o tempo em que publicar um anúncio no jornal, na rádio ou em um outdoor era suficiente para que as pessoas conhecessem a sua marca ou produto e viessem até você para comprá-lo.

Isso porque as pessoas leem cada vez menos publicações impressas, e os meios de massa como rádio ou TV aberta disputam cada vez mais a atenção com as novas mídias digitais.

Dados de janeiro de 2021 mostram que o brasileiro já passa 10,8 horas do seu dia, em média, na internet, contra “apenas” 4 horas vendo TV. Somos também o país que mais usa a internet para pesquisar por uma marca ou produto, seja usando mecanismos de buscas ou redes sociais.

Logo, se você quer chamar a atenção dos seus leads ou clientes para aumentar seu faturamento, precisa ter uma presença na internet. Isso é básico. Agora, se quer se destacar entre os concorrentes e mostrar por que a sua empresa é a única que pode solucionar as dores do seu cliente, vai precisar investir no Marketing de Conteúdo.

O que é Marketing de Conteúdo

Vamos deixar a internet de lado por um minuto. O Marketing de Conteúdo como conhecemos surgiu praticamente 100 anos antes dela!

Em 1895, a fabricante norte-americana de tratores John Deere lançou uma revista chamada The Furrow voltada a seu público consumidor: os homens do campo.

Ao levar informações confiáveis sobre agricultura e novas tecnologias do campo aos fazendeiros, a publicação, que existe até hoje, tornou-se referência, e a marca, por tabela, consolidou-se como a líder na venda de tratores e implementos agrícolas.

Isso é Marketing de Conteúdo! Em outras palavras, quando uma marca usa o conhecimento que tem em seu ramo de atuação para criar conteúdo de valor que possa ajudar clientes – ou futuros clientes – a compreender e solucionar seus problemas, ela está fazendo Marketing de Conteúdo.

Diferente da propaganda, que fala diretamente das características e benefícios de um produto para vender, o Marketing de Conteúdo não tem a venda como objetivo imediato.

Antes, ele compartilha um conteúdo que ajuda o público-alvo a identificar seus problemas, ao mesmo tempo em que se posiciona como a autoridade no assunto capaz de solucioná-los. No momento em que o cliente sentir a necessidade, a marca estará lá para vender o seu produto ou serviço.

Marketing de Conteúdo, portanto, serve para construir confiança e relacionamento. A venda é consequência.

Como o Marketing de Conteúdo ajuda a vender mais

Voltemos a 2021. Como demonstramos acima, os hábitos do consumidor mudaram muito nos últimos anos e hoje, quando têm um problema para resolver, as pessoas recorrem direto ao Dr. Google. Ou então “tropeçam” nele quando estão navegando em suas redes sociais.

Só que nem sempre elas estão prontas para comprar ou comparar preços. Antes, querem se informar sobre as soluções disponíveis no mercado, conhecer mais sobre as tecnologias disponíveis, ler depoimentos de pessoas que tiveram a mesma necessidade e até entender se aquilo é para ela.

Aí é que a sua marca entra, como especialista ou autoridade no assunto, ajudando o potencial cliente em sua jornada da fase de consideração inicial do problema até a tomada de decisão final de compra. É o chamado Funil de Marketing.

Esse relacionamento com o público, em diversos momentos da jornada dele, pode ser construído através de artigos publicados no blog da sua empresa e compartilhados no Facebook ou no LinkedIn, através de dicas e notícias relacionadas a seu setor que você divulga em sua página no Instagram, ou vídeos e podcasts em que você conversa com convidados e especialistas sobre os problemas que mais afligem seu cliente.

Quando você garante a presença da sua marca no imaginário do seu potencial cliente e se torna referência nos assuntos que ele procura, fechar uma venda na hora certa se torna muito mais fácil.

Como começar a fazer conteúdo agora

Se você chegou até aqui e percebeu que o Marketing de Conteúdo pode te ajudar a se destacar na multidão e trazer mais resultados à sua empresa, então deve estar se perguntando: OK, mas por onde eu começo?

O primeiro passo para desenhar uma estratégia de Marketing de Conteúdo bem feita é definir os seus objetivos. Nem sempre eles são iguais para toda empresa, e nem sempre eles são os mesmos a cada momento da sua empresa.

Se o seu objetivo é trabalhar a construção e posicionamento da sua marca, vai precisar produzir conteúdos em blog, posts, entrevistas que atendam a isso. Se o foco é atrair novos leads ou clientes, terá de criar conteúdos que tragam o público até as suas páginas, com táticas de assinatura ou preenchimento de cadastros. Já, se quer aumentar sua base de seguidores e o engajamento deles, o caminho é outro.

Outro ponto importante para traçar sua estratégia de conteúdo é identificar com quem você quer falar. Quais são as pessoas que podem estar interessadas na solução que você está a oferecer, e em que momento da jornada elas estão. Já estão prontas a considerar sua oferta ou sequer sabem que têm o problema?

A vantagem do Marketing de Conteúdo Digital é que ele permite que você atinja cada uma dessas personas com mensagens e em momentos e em plataformas diferentes.

Quando tiver definido tudo isso, aí sim é hora de começar a planejar e produzir seu conteúdo. Nesse momento você vai definir que informações irá compartilhar, com qual frequência e em quais formatos (textos, fotos, tabelas, infográficos, vídeos etc.).

E se estiver precisando de ajuda para começar, lembre-se que a Rock Ensina também está aqui para isso! Além de fazer Marketing de Conteúdo em nossos próprios canais, também oferecemos soluções que podem iluminar o caminho das pedras dentro da realidade e das necessidades do seu negócio.

6 dicas épicas para ter sucesso com marketing de conteúdo

Antes de ir, gostaríamos de deixar 6 dicas estratégicas compartilhadas por Joe Pulizzi, um dos gurus e inventores do Marketing de Conteúdo moderno, em seu livro Marketing de Conteúdo Épico (DVS Editora, 2016):

1. Satisfaça uma necessidade não atendida do seu cliente/público

2. Seja consistente. É aqui que muitos fracassam.

3. Seja humano. Encontre uma voz própria e se diferencie.

4. Tenha um ponto de vista. Pessoas gostam de marcas que se posicionam.

5. Evite “falar de vendas” ou de si próprios. Afasta as pessoas.

6. Seja o melhor da categoria.

Talvez também se interesse

Deixe uma resposta