Compartilhar isto

Assine a Rock News!

Conteúdos sobre autoconhecimento! :)

Como lidar com pessoas difíceis?

Como lidar com pessoas difíceis?
Helena Sachs
Compartilhar isto

O conteúdo começa após a sugestão abaixo

Qual é a cor do seu perfil?

Descubra quais são seus pontos fortes e em quais habilidades você precisa investir. Faça o Teste das Cores e comece agora a transformar sua vida.

Vamos falar sobre como conviver de forma mais pacífica com pessoas que não são fáceis de lidar, tema da Masterclass (assista à aula no fim deste post) do professor Roberto Sachs, do dia 28 de outubro de 2020. Diante disso, vamos correlacionar alguns perfis pessoais com a nossa trilha das cores, a qual é composta pelas quatro cores que utilizamos: azul, verde, amarelo e vermelho.

1. Gestão de pessoas e comunicação – Trilha Verde

O tema em questão está totalmente interligado com a trilha verde, da escola de negócios Rock Ensina, essa que tem relação direta com a gestão de pessoas e comunicação, competências obrigatórias para que um bom profissional sobreviva, não só ao ambiente de trabalho, como em outros âmbitos, por exemplo, o familiar. Já que a comunicação faz parte de qualquer relacionamento, e quanto melhor ela for, mais facilmente conseguimos expressar o que pensamos, sem deixar de lado à empatia e o respeito ao próximo.

2. Pessoas Azuis – Racionais

Vamos começar falando um pouco mais acerca das pessoas racionais, as quais possuem azul muito alto (nota maior que 35 no Teste das Cores). Essas podem ser pessoas difíceis de lidar, já que se preocupam a todo momento com a ordem e processo das coisas, podendo, dessa forma, serem pessoas mais metódicas e perfeccionistas. Como consequência, possuem a tendência de ficarem tensionadas quando as coisas fogem do controle, como por exemplo quando um imprevisto ocorre e toda a sua agenda precisa ser modificada.

Levando em consideração tudo isso, a dica de ouro do professor Roberto Sachs, acerca de como lidar com outros perfis, consiste basicamente em realizar um espelhamento, ou em outras palavras, ter empatia pelo outro, se comunicar em sua linguagem. Dessa forma, para lidar com os racionais ao extremo, é necessário se mostrar uma pessoa organizada, que traz planilhas, fatos e dados, para que assim se consiga demonstrar uma preocupação com a coleta de informações, atitude que agrada muito os mais metódicos.

Por exemplo, diante de uma contratação, levando em consideração que o contratante é uma pessoa muito racional, para convencê-lo é necessário demonstrar, com fatos e dados, de forma mais fria e calculista, como aquele funcionário pode agregar na empresa, o quanto de lucro ele vai gerar, quantas vendas vão ser alavancadas, entre outros fatores que se fundamentam em dados concretos.

3. Pessoas Verdes – Afetivos

Os chamados de ‘‘verde esponjas’’, são as pessoas que possuem o verde muito alto (nota maior que 35 no Teste das Cores), e que acabam sendo bonzinho demais (a dica para os verdes é ser bom sem ser bonzinho), pensando mais no próximo em todas as suas atitudes, a ponto de esquecer de si mesmo. Assim sendo, acabam se magoando mais facilmente, já que criam expectativas demais no outro, acabando por se frustrar com uma bronca ou então com um tratamento diferente do esperado.

Diante disso, as pessoas mais afetivas começam a ficar difíceis de lidar pois elas internalizam todas as emoções, já que carregam todas as dores para si, e acabam levando muitas vezes para o lado pessoal qualquer atitude dirigida a elas que não esteja imergida de afeto. A dica do professor Roberto Sachs, para lidar melhor com os afetivos, é ficar sempre atento aos seus sentimentos, tornar o ambiente mais informal, trazendo conversas do dia a dia, e caso seja necessário manifestar alguma insatisfação, a orientação é de elogiá-los primeiro para que, em seguida, as críticas sejam apontadas. Nós da Rock Ensina aconselhamos um padrão de três elogios para cada crítica deferida.

4. Pessoas Amarelas – Reflexivas

As pessoas reflexivas, mentalistas, que vivem no campo das ideias, são as que possuem o amarelo alto (nota maior que 35 no Teste das Cores), elas costumam, por isso, se distraírem com mais facilidade, já que os seus pensamentos flutuam a todo momento.

A dificuldade acerca desse perfil, se dá pelo simples fato de que é necessário ter muito tempo e paciência para se relacionar com os reflexivos, já que, na maioria das vezes, a conversa não é objetiva e acaba dando voltas, se tornando redundante, de forma que não se consegue atingir nenhuma ambição, por falta de foco, já que os reflexivos vivem no mundo da lua e não se conectam tão facilmente com a realidade.

Diante disso, a dica do professor Roberto Sachs, é conceder perspectivas aos reflexivos, mostrando cenários a eles, para que possam vislumbrar de um futuro próximo sem se apegar tanto aos detalhes, mas a uma percepção carregada de um senso de propósito, o que se conecta totalmente com os amarelos, já que estes se apegam a ideias, e não propriamente aos resultados, por isso são mais sonhadores e divagadores.

Além disso, para se conseguir uma boa comunicação com os reflexivos, é de estrita necessidade se organizar antes para garantir um tempo de sobra na agenda, e se preparar para não perder a paciência com tanta facilidade, uma das alternativas para isso é escolher dias em que a agenda não está tão lotada, já que assim a tendência é de o dia ser menos estressante, e com isso a energia mental esteja consequentemente mais alta.

5. Pessoas Vermelhas – Pragmáticos

Pessoas que são voltadas ao resultado e à ação, chamadas de pragmáticas, são as que possuem o vermelho alto (nota maior que 35 no Teste das Cores), e geralmente são mais aceleradas e focadas em alcançar os seus objetivos de maneira rápida e prática.

São consideradas um perfil difícil de lidar por possuírem um jeito mais truculento, que em diversas vezes rouba a cena, o qual é caracterizado por querer ver resultados para ontem, já que são pessoas consideradas à frente do seu tempo no quesito de fazer acontecer. Diante disso, a dica do professor Roberto Sachs, para lidar melhor com os pragmáticos, é demonstrar de forma objetiva qual ação vai ser realizada e quanto tempo ela vai demorar para se concretizar, e logo após isso sumir de cena.

Ou seja, o foco deve ser a ação do momento, deixando para trás o que ocorreu no passado, e o resultado futuro. Além disso, levando em consideração que os vermelhos são visuais, é interessante mostrar imagens, gráficos, pois são dados objetivos e rapidamente digeridos, o que os agrada já que eles lutam contra o relógio a todo momento.

6. Exercitando a empatia

Portanto, é necessário ter um olhar para o outro, de forma que haja uma maior compreensão acerca das diferenças, contornando estas com base na interpretação de cada perfil de cores, levando em consideração suas características, para que assim se construa um relacionamento duradouro e uma comunicação mais descomplicada.

Deve ser levado em consideração ainda que as vezes a pessoa difícil de lidar somos nós mesmos, já que, como vimos anteriormente, os quatro perfis psicológicos, transpostos em cores aqui na Rock Ensina, podem estar desproporcionais, de maneira que uma cor se destaque muito mais do que as outras. Consequentemente, quando isso ocorre, o equilíbrio é suprimido, e para que este seja restaurado oferecemos o Curso Trilha das Cores, o qual proporciona ao aluno um fortalecimento de seus pontos fracos e, ainda, um aprimoramento dos seus pontos fortes, diante das trilhas de aprendizado nas quatro cores (azul, verde, amarelo e vermelho).

Masterclass: “Como lidar com pessoas difíceis”

Qual é a cor do seu perfil?

Descubra quais são seus pontos fortes e em quais habilidades você precisa investir. Faça o Teste das Cores e comece agora a transformar sua vida.